Portas

Portas

Se há uma área em que se pode brincar na hora de decorar, valendo-se de sua inúmera variedade de tipos, estilos, formatos e cores, são as portas. Há séculos o canal de entrada em dependências como casas, edifícios e comércios, vem se adaptando conforme o tempo e, sem deixar de lado sua função de abrir e fechar. As portas seguem com formas das mais criativas possíveis.

 

Portas folha; portas balcão; portas de correr; portas de barro; portas de aço; portas de madeira; portas de vidro. Esses são alguns tipos de portas usadas tanto para entrada, quartos, banheiros e cozinhas.

 

As portas mais clássicas ou as portas modernas de hoje quebrantam todo o ambiente e intensifica o que ele quer passar.

Anúncios

Na onda da sustentabilidade, vamos reproduzir aqui uma dica da Jornalista Giulliana Capello. Você sabia que pode utilizar materiais de construção usado? Isso mesmo. Antes de comprar materiais para a sua construção ou reforma, que tal visitar algumas lojas que vendem material usado? O reaproveitamento é, sem dúvida, um bom jeito de poupar a extração de matéria-prima para a fabricação de novos produtos e, de quebra, você economiza.

 

Nessas lojas é possível encontrar um pouco de tudo. Portas, janelas, pisos de madeira, tijolos, azulejos cerâmicos, bancadas de cozinha, painéis de vidro. Tem até mesmo aqueles vasos sanitários coloridos que fazem a gente voltar aos anos 50 e 60: do marrom e verde-abacate aos tons pastéis de rosa, azul e amarelo…

“Confesso que a primeira impressão não foi das melhores. A bagunça das coisas empilhadas – bem diferente de qualquer home center por aí – me fez achar que eu não encontraria nada de bom para comprar. Com paciência (vale a pena exercitá-la) consegui garimpar ótimas peças. Afirma a jornalista

“Lá em Piracaia tem uma loja assim. Dei prioridade ao lugar, para reduzir o custo financeiro e ambiental do frete. Menos petróleo consumido. Comprei 2 portas e 2 janelas para os quartos, 1 porta para o banheiro, um vitrô grande para a cozinha e uma porta grande, que será a da entrada principal. Tudo por R$ 1.300. Por esse valor, numa loja nova eu não compraria nem a porta da sala”. Afirma.

Você percebe que além da economia evidente, dar vida nova ao que iria para o lixo ajuda a reduzir a pegada ecológica da sua obra. E tem tantas outras coisas que podem ser reaproveitadas.., por exemplo, os acabamentos. Tijolos, telhas, pisos e azulejos cerâmicos. É possível criar mosaicos belíssimos com esses materiais. Toras de madeira cortadas em rodas finas viram caminhos de jardim e até um detalhe bonito no solo-cimento queimado da sala. Cruzetas e dormentes fazem batentes, decks, guarda-corpo, escada…

É só usar a criatividade. Material usado não é feio nem coisa de mau gosto. Só precisa mesmo de uma segunda chance. E o planeta agradece. Faça uma pesquisa na internet, por exemplo, e descubra quais são as lojas mais interessantes na sua cidade – e que sejam próximas à obra também.

 

Pedidos de Orçamentos Gratuitos – Aqui

Anúncio Gratuito na Internet para Construtoras, Arquitetos, Mão de Obra, Material de Construção, Projetistas e muito mais especialidades – Aqui