agosto 2007


Jardim vertical

Para driblar a falta de espaço da sua casa ou apartamento, monte um jardim vertical. A moda são as chapas de fibra de coco e bananeira, no entanto; é possível usar treliças de madeira ou metal.

.Jardim

Para montar basta fazer a fixação com os seguintes materiais-buchas ou ganchos-, que em hipótese alguma devem aparecer. Para impedir as infiltrações provocadas pela água, deixe um espaço de dois centímetros entre a parede e o painel. Mas, se você ainda quer uma opção diferente de jardim vertical pode entalhar ou esculpir nichos na parede para alojar os vasos.

Como essa opção afeta a decoração, o “pano de fundo da sua residência”, é preciso escolher espécies leves de folhagem, duradouras e que se adaptem às condições da sua casa. As indicadas são bromélias, orquídeas, suculentas e trepadeiras de pequeno porte.

O Aeroporto de Congonhas foi inaugurado para ser a solução de um problema: após uma enchente no Rio Tietê que alagou por vários meses o aeroporto do Campo de Marte, foi planejada a construção de um novo aeroporto, na cidade de São Paulo. Anos depois, mais precisamente na década de 80, congonhas, torna se o aeroporto mais movimentado do país, e o seu redor acompanham esse crescimento. Tanto é, que cerca de 29 obstáculos atrapalham sua operação.

Grooving

Mas, o que não está certo no aeroporto de Congonhas não é o aeroporto, mas sim o que deixaram crescer em torno dele. Depois do acidente com o avião da TAM, a Infraero divulgou que estuda construir no final da pista, um atoleiro, e uma rede de aço para segurar as aeronaves que não conseguem parar.

Esse atoleiro funcionara da seguinte forma – caso o avião tenha problemas na hora do pouso, essa medida fará com que a aeronave atole, e se ainda assim, ela não parar totalmente, haverá uma rede para ajudar a parar. Outro procedimento para a segurança do aeroporto é o grooving na pista, que são aquelas ranhuras que auxilia não só a escoar a água, mas também para dar adesão e atrito, e é o único modo eficaz para se evitar a aquaplanagem em estado de pousos em pistas molhadas.

Grooving

A Infraero promete começar a fazer essas correções na pista auxiliar, o grooving tem 6 milímetros de profundidade,será feita de madrugada, com o aeroporto fechado, as obras devem durar quatro meses e custarão 11 milhões de reais.

Imagem: holemaker

X Simpósio Nacional de Sistemas Prediais

30 e 31 de agosto de 2007 – Campus da Universidade São Carlos (UFSCar)

Informações sobre o simpósio Nacional de Sistemas Prediais

OUTUBRO/2007

IAQ 2007 – Conferência sobre edifícios saudáveis e sustentáveis

14 a 17 de outubro,em Baltimore (EUA)

Conferência sobre Projetos de Sustentabilidade aplicada a Arquitetura e Engenharia

Informações sobre edifícios saudáveis e sustentáveis

IAQVEC –Conferência Internacional de qualidade do ar interior,ventilação e conservação de energia em prédios e edifícios.

28 a 31 de outubro, Sendai Internacional Center, Sendai Japão

Informações da Conferência sobre IAQ, Conservação de Energia em Prédios e Edifícios

NOVEMBRO/2007XII Seminário de Arquitetura Latino-americana (SAL)

12 a 17 de novembro de 2007 Concepción/Chiloé (Chile)

Informações: sal2007_info@ubiobio.cl

Este prédio é um exemplo se sustentabilidade e gestão do meio ambiente.

Hearst Tower,Nova York (EUA) -Ano de fundação 2006 – Primeiro prédio em NY a obter certificação ambiental.

Projeto de Construção Sustentável. Prêmio ao Arquiteto, ao Construtor e ao Meio Ambiente

Swiss re Tower,Londres- Ano de fundação 2004 – Apelidado por Gherkin (pepino em português) , o edifício utiliza 50 % menos energia que outros do mesmo tamanho.

The Green Building na África do Sul. Projeto feito de madeira, blocos de concreto reciclado e muita responsabilidade ambiental.

The Green Building,África do sul- Ano de fundação 2003.Construído com blocos de concreto reciclado e madeira de áreas de reflorestamento.

Na primeira matéria publicada aqui no blog, foi ilustrado como um projeto é importante antes de iniciar a construção, vamos discorrer sobre cinco procedimentos importantes, referentes à documentação que viabiliza a construção civil.

1º De posse dos projetos e das ARTs preenchidas e quitadas no banco, é necessário a apresentação de ambos ao CREA.

2º Agora é necessário também fazer a matricula da obra no INSS. Adquirindo nas papelarias o formulário, preencha-o e leve até o INSS.

3º Feito isso junte 3 cópias dos projetos, carimbados pelo CREA, 1 cópia da matricula do INSS, 1 cópia da escritura e apresente-os ao Setor de Protocolo da Prefeitura.

4º Após quinze dia úteis o projeto deverá ser liberado pela Prefeitura juntamente com o “ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO“. A validade do alvará é de 2 anos e o prazo para inicio da obra é de 6 meses.

5º Agora com a conclusão da construção, solicite na Prefeitura a Certificado de Término de Obra. Depois a “QUITAÇÃO NO INSS” e posteriormente o “HABITE-SE” na Prefeitura.

Importante: Para reforma interna não é necessária esta documentação!

Saiba mais sobre aprovação de documentação para construção.

O paisagismo ocupa hoje, um lugar de destaque nas construções ao lado da segurança e do lazer.

Slogans imobiliários como: “More dentro de um bosque”, “com vista para o verde” ressaltam a presença e a importância da natureza que está de volta ás grandes cidades. Esses empreendimentos que valorizam o bem –estar e qualidade de vida têm por de trás profissionais especializados em projetos paisagísticos.

projeto-paisagismo.jpg

Imagem: jarpel.pt

Projeto paisagístico

Segundo o nosso amigo Aurélio um projeto paisagístico nada mais é do que um plano para a composição de áreas livres e jardins que complementem um projeto arquitetônico. Defini-se então que o trabalho desse profissional é recriar a flora para os meios de convívio da sociedade,aproximando o homem a natureza.

Tendência

Como já virou moda, morar em áreas verdes atrai cada vez mais os moradores das metrópoles. Quem vive em lugares assim, gaba-se e afirma que é mais agradável a área verde, do que bairros mais próximos ao centro. “Viver aqui, foi mais do que uma opção estética. Foi por qualidade de vida” afirmou Carlos Moretti, morador do Panamby.

As ofertas de imóveis privilegiados pela beleza da natureza são diversas, só em São Paulo vai desde do Panamby a regiões mais distantes como Alphaville ou Granja Viana. Já para o jornalista Hélio Oliveira, morador do centro da capital, viver em áreas assim numa cidade como São Paulo, não tem grandes vantagens, afinal para você se locomover é muito mais difícil. São Paulo é uma cidade para todos gostos, tem lugar para tudo e para todos.Uma coisa é nítida, a moda paisagística, é mais do que uma tendência estética, ela acentua os sentidos, causando um bem-estar ou qualidade de vida.

Amanhã (11 de agosto) será realizado aqui em São Paulo e simultaneamente em 16 localidades de 15 Estados brasileiros, o Dia Nacional da Construção Social, a festa terá cerca de 5.000 trabalhadores e familiares, segundo expectativa do Sintracon-SP, entidade que concentra a maioria das inscrições. Promovido pela CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), a comemoração acontece das 9h às 17h.Em São Paulo, o Dia Nacional da Construção Social acontecerá no Parque da Juventude (av. Cruzeiro do Sul, 2.500, Carandiru). O objetivo do evento, é reunir trabalhadores da construção civil e seus familiares em volta de atividades nas áreas de saúde, cidadania e lazer. Como a comemoração antecede o dia dos pais haverá uma homenagem aos papais presentes.

SERVIÇOS SOCIAIS

O evento proporcionará inúmeros serviços, como os do Poupa Tempo, para a retirada de documentos como:

A primeira via da Carteira de Identidade (RG, para menores de 18 anos)

Carteira de Trabalho ou do Cadastro IMO (Inscrição Mão-de-Obra);

Escreva Carta (voluntários redigem a carta que será endereçada a familiares distantes, em outras cidades do país);

Preenchimento de Formulário do CPF;

Aqui na capital, o evento tem a organização do Secovi-SP e as parcerias do SindusCon-SP, Seconci-SP, Sintracon-SP, ADJ, Canto Cidadão,Sintesp, Sabesp e Poupa Tempo Sé, além do apoio institucional do Governo do Estado de São Paulo e do patrocínio da Company.

No dia 23 de agosto, o grupo tributário do SindusCon-SP, lança um manual com dicas importantes para quem irá construir.Segundo o site do sindicato,”O Manual do Super Simples para Construção Civil”, tem como objetivo – “ser um guia prático para as empresas, contemplando os benefícios e procedimentos previstos na LC nº 123/06, que instituiu o Simples Nacional. A Regional fica à av. Ana Costa, 255 – 1º andar. Informações: (13) 3222-5396”.

Atualmente no país, grande parte das pequenas e médias construções, não tem um projeto, popularmente encarado como algo simples ou desnecessário. No entanto, essa é umas das etapas mais importantes de uma reforma ou construção, afinal é nele que se define o acondicionamento de espaços, dimensão e especificações técnicas. O projeto é tão importante quanto a execução da obra, pois é muito mais fácil mudá-lo do que alterar a posição do teto e das paredes depois de prontas.


No caso da área de engenharia civil, a falta dessa programação pode provocar acidentes como demolir um pilar errado ou danos no encanamento devido ao uso do mesmo de forma incorreta. Como construir, então, com sucesso? O indicado é sempre procurar um profissional especializado no assunto. O site de construção ConstruClick consultou alguns deles que indicaram o melhor caminho para executar uma obra com sucesso, e todos foram unânimes em suas respostas: o projeto. Esse planejamento é um dos primeiros passos para uma construção de sucesso. Segundo o arquiteto Paulo Marques da Silva, um bom profissional além de orientar o proprietário deverá driblar a falta de espaço, preocupando-se com o conforto e detalhes como tamanho e altura de bancadas, pias entre outros pormenores.

Fazendo esse planejamento antes de iniciar a obra, você garante a realização de um excelente negócio, sem prejuízos financeiros nem aborrecimentos. Portanto, confira os caminhos que você deve andar para tornar seu sonho uma realidade.

Vale deixar registrado que os direitos e deveres de cada um são previstos em lei e detalhados pelas resoluções do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e AgronomiaCONFEA, que antecipa, para o caso de edificações, as mesmas atribuições profissionais para arquitetos e engenheiros. Antes da contratação, cheque se esses profissionais têm registro no CREA - Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.